Zedoquenses lotam cemitérios para prestar homenagens no Dia de Finados

By | 2 de novembro de 2017

Centenas de fiéis percorrem os cemitérios da cidade de Zé Doca para prestar homenagens aos mortos nesta quinta-feira (02) Dia de Finados. O Cemitério Central da rua Princesa Isabel estava lotado logo pela manhã e promete continuar a encher ao longo do dia. O clima é de comoção e respeito.

Logo pela manhã, como parte da programação do Dia de Finados, às 06h30 foi celebrada uma missa no Cemitério Central, com o Padre José Raimundo reunindo uma multidão para ouvir uma mensagem de conforto pela perda de seus entes queridos.

“Celebramos a certeza de que a vida não termina no cemitério, não termina na morte. Rezamos para aqueles que partiram, pedindo que eles estejam em Deus, rezamos para aqueles que estão sofrendo a perda e o vazio daqueles que partiram para que tenham a certeza que a vida continua depois da morte” disse o Padre José Raimundo durante a celebração.

A dona de casa Rita Nascimento manteve a tradição de visitar o túmulo onde foram enterrados os familiares. “Tem muita gente da família repousando aqui. Minha mãe, meu pai e meu amado filho que se foi tão cedo. Todas as datas especiais e sempre que o coração pede eu venho aqui rezar por eles”, conta ela ao Blog.

Várias pessoas aproveitaram para enfeitar os túmulos de parentes e amigos com flores e velas, como forma de homenageá-los nesta data.

Em torno dos cemiterios, ambulantes aproveitam e vendem coroas de flores e velas para os visitantes.

O outro Cemitério Mangueirão, localizado no final da Rua da Paxiuba que também costuma receber muitas visitas, esteve também bastante movimentado nesta manhã de quinta e logo mais ás 17h00 será celebrada uma missa com o Padre João Batista.

Padre José Raimundo Celebrando a missa do Cemiterio Central

 

 

PUBLICIDADE

Compartilhar