Dois corpos ja foram reconhecidos na queda do helicóptero. Um medico socio da aerovane e o piloto, investigador de policia

By | 1 de abril de 2018

Das quatro vítimas fatais do helicóptero que cai hoje à tarde, dia 01 de abril de 2018, entre as cidades de Rosário e Axixá, foram reconhecidos apenas dois: o médico de São Luís, Rodrigo Capobiano Braga (foto abaixo à direita), que é sócio do dono da Ótica Veja e um investigador da Polícia Civil, Alfredo (foto abaixo à esquerda), que pilotava a aeronave. O mal tempo (chovia bastante) pode ter sido a causa principal da queda. Há informações de que um vendedor de carro também estaria no acidente.

O helicóptero Robison 44, vinha da cidade de Barreirinhas com destino a São Luís, quando não resistiu às fortes  chuvas e descargas elétricas e bateu em uma árvore. Segundo informações, quatro pessoas estavam na aeronave. Viégas, dono da Veja, conforme informações ao blog, não estava no helicóptero e que ele teria vendido sua parte na sociedade, mas mantem outra aeronave igual. O que caiu hoje está no nome da Ótica e não é a primeira vez que a máquina se envolve em acidente.

Informações: Luis Cardoso

PUBLICIDADE

Compartilhar