Caminhoneiros protestam em rodovias federais no Maranhão

By | 22 de maio de 2018

O protesto de caminhoneiros no Maranhão, na manhã desta terça-feira (22), concentra-se em três pontos, na BR-135, em São Luís, na BR-010, em Imperatriz, e na BR-316, em Caxias, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A BR-230, em Balsas, também foi interdidata desde a noite dessa segunda-feira (21). A manifestação nacional é por causa da alta do óleo diesel.

No Km 12 da BR-135, a manifestação começou por volta das 7h30 desta terça. Os caminhoneiros estacionaram seus veículos na faixa direita da via e deixaram o trânsito fluir, mas com lentidão.

Já em Imperatriz, a PRF informou que o grupo de caminhoneiros bloqueou a BR-010 em um trecho do Km 246, em frente a um posto de combustível. O bloqueio começou nessa segunda-feira e segue na manhã desta terça. Mesmo com o bloqueio, os policiais informaram que veículos passeio, ambulâncias, veículos com produtos perecíveis e ônibus foram liberados para seguir viagem.

Enquanto isso, em Caxias, na BR-316, o protesto se concentra Km 554. Assim como em Imperatriz, todos os outros tipos de veículos seguem com autorização dos manifestantes, exceto os caminhões.

Em Balsas, a manifestação também impede a passagem apenas de caminhões. Diariamente, algo em torno de 12 mil toneladas de grãos são transportadas diariamente saindo da região, movimentando até 400 profissionais do transporte especializado. Contudo, com o protesto, a atividade está suspensa.

A manifestação nacional é por causa da alta do óleo diesel. A Petrobrás anunciou que o preço deste combustível deve cair 1,54%, na quarta-feira (23).

Segundo a Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP), o preço médio do diesel nas bombas já acumula alta de 8% no ano. O valor está acima da inflação acumulada no ano, de 0,92%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

PUBLICIDADE

Compartilhar